Raphael Galvez o pintor que não se vendia

Raphael Galvez especializou-se, na década de 1940, em pinturas dos antigos bairros periféricos de São Paulo, situados às margens do rio Tietê: Bairro do Limão, Freguesia do Ó e Casa Verde.

Raphael Galvez especializou-se, na década de 1940, em pinturas dos antigos bairros periféricos de São Paulo, situados às margens do rio Tietê: Bairro do Limão, Freguesia do Ó e Casa Verde.

18.09.2018
452 VISITAS
O pintor, escultor e desenhista Raphael Galvez sempre valorizou muito suas obras. Recusou-se a vender seus trabalhos durante toda sua vida, e acabou por torna-se um artista desconhecido pelo grande público.

Paralelamente foi reconhecido pela crítica, que sempre o considerou um importante artista do modernismo brasileiro.
Para conhecer o trabalho do artista vale a pena ler as obras lançadas em 1999, pela editora Momesso, acerca de sua obra, Raphael Galvez: 1907/1998, com texto de Mayra Laudanna e Raphael Galvez: Pintor, Escultor, Desenhista, com texto de Vera D´Horta.

FOTO: RAPHAEL Galvez. In: ENCICLOPÉDIA Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileiras. São Paulo: Itaú Cultural, 2018. Disponível em: . Acesso em: 02 de Fev. 2018. Verbete da Encic

DESTAQUES QUE PODEM INTERESSAR...

Cantando na Chuva na lista dos 10 + do cinema americano
Cantando na Chuva na lista dos 10 + do cinema americano  
Acreditem, Drácula não nasceu pop
Acreditem, Drácula não nasceu pop  
Nora Roberts: Mais de 500 milhões de livros vendidos no mundo

Nora Roberts: Mais de 500 milhões de livros vendidos no mundo