Batman realmente precisa de um Robin?

Morte em Família é uma história repleta de cenas violentas para fãs de Batman e não Robin...

Morte em Família é uma história repleta de cenas violentas para fãs de Batman e não Robin...

14.09.2018
534 VISITAS
Em seu confronto definitivo com o Menino-Prodígio, o Coringa contou com a colaboração de alguns dos mais improváveis aliados: os leitores do Cavaleiro das Trevas!

Era 1988, o 50º aniversário do Batman, e os fãs tiveram uma oportunidade como nenhuma outra: decidir o destino de um personagem. Os leitores tinham a possibilidade de votar em dois desfechos para a história: Manter inalterado o status de Batman e Robin, a Dupla Dinâmica, ou retornar o Homem-Morcego ao que era no início de sua carreira, um solitário taciturno combatente do crime. A votação aconteceu, os resultados foram contabilizados e a escolha foi feita! Após sua maior derrota, Jason Todd - o Robin - foi assassinado pelo Coringa e Batman tornou-se uma vez mais o solitário protetor de Gotham City.
Mas quais seriam as ramificações de uma tragédia como essa? O Cavaleiro das Trevas passaria a ser um vigilante mais dedicado a sua luta por justiça ou perderia o rumo, incapaz de se recuperar de uma derrota dessas?

FOTO: Reprodução

DESTAQUES QUE PODEM INTERESSAR...

Lucy Show e o sucesso das sitcoms americanas
Lucy Show e o sucesso das sitcoms americanas  
Trilogia Bartimaeus já é aclamada como herdeira da saga Harry Potter
Trilogia Bartimaeus já é aclamada como herdeira da saga Harry Potter  
MPB é homenageada com a coleção Tons, da Universal Music
MPB é homenageada com a coleção Tons, da Universal Music