A popularidade dos western B e os quadrinhos

Era como se as hqs houvessem aprendido com o cinema B a sua narrativa rápida, fluente, que garantia uma qualidade aos enredos

Era como se as hqs houvessem aprendido com o cinema B a sua narrativa rápida, fluente, que garantia uma qualidade aos enredos

19.05.2019
378 VISITAS
Post original em: 12.09.2018
Na Hollywood dos anos 30 e 40, surgiram estúdios de cinema menores que produziam filmes de baixo orçamento, assim as produções se dividiam em A e B. Enquanto os filmes A custavam em torno de 400 mil dólares, e possuíam duração de 90 minutos ou mais, os filmes B tinham o custo entre 50 e 200 mil dólares, e a duração entre 55 e 70 minutos. Na área dos faroestes, empresas como a Repbublic Pictures conseguiam concluir um filme em menos de 1 semana dispondo de menos de 10 mil dólares.
Os filmes B eram direcionados, em sua grande maioria, para cinemas e público específicos, o que se percebe, em particular, com os faroestes, direcionados ao público infanto-juvenil das matinês. A maioria dos filmes B era composta por faroestes. A história do faroeste B se confunde com a própria história do faroeste em geral. A proliferação dos chamados westerns, nos anos 1930 e 1940, correspondeu à sua enorme popularidade junto ao público jovem. Daí para os quadrinhos, foi um passo....
E, se como no cinema, o apelo criativo de alguns diretores e cinegrafistas se tornou parte do esforço de apresentar qualidade de produção sob baixo orçamento, nos quadrinhos as histórias eram repletas de ação e ganhavam leitores. Era como se as hqs houvessem aprendido com o cinema B a sua narrativa rápida, fluente, que garantia uma qualidade “frenética” aos enredos. Fórmula pronta para atrair o público jovem.
The Missourians (Bandoleiros do Missouri)
Filmes Westerns B também foram quadrinizados. Fawcett Movie Comic foi um gibi que circulou no início dos anos 50 trazendo algumas obras das telonas para as hqs. Suas principais edições trouxeram faroestes populares nas matinês daquela época.
The Missourians é um exemplo. Dirigido por George Blair e estrelado por Monte Hale e Paul Hurst, foi o último da série de dezenove faroestes B que Monte Hale fez na Republic Pictures entre 1946 e 1950.
Por: Paulo Franco Rosa (Jornalista, roteirista e editor de publicações especializadas)
REFERÊNCIA(S):
Grand Comics Database (https://www.comics.org/series/18222/)


Bandoleiros do Missouri

Bandoleiros do Missouri

Bandoleiros do Missouri

Bandoleiros do Missouri

Bandoleiros do Missouri

Bandoleiros do Missouri

Bandoleiros do Missouri

Bandoleiros do Missouri

Bandoleiros do Missouri

Bandoleiros do Missouri

BREVE A CONTINUAÇÃO...
Envie seu e-mail para ser avisado quando a história for atualizada.


REF.: FAWCETT MOVIE COMIC. New York: Fawcett Publications, 1951-1952. Mensal.

DESTAQUES QUE PODEM INTERESSAR...

Transformers, entre as 60 maiores bilheterias do cinema
Transformers, entre as 60 maiores bilheterias do cinema  
O Homem Aranha top da editora Abril
O Homem Aranha top da editora Abril  
Memória perdida - Carmem Miranda atuou em dezenas de filmes, mas quase tudo se perdeu...
Memória perdida - Carmem Miranda atuou em dezenas de filmes, mas quase tudo se perdeu...