A volta dos quadrinhos Disney no Brasil

Queremos colocar as histórias em quadrinhos em mercados alternativos afirma diretor da Culturama

Queremos colocar as histórias em quadrinhos em mercados alternativos afirma diretor da Culturama

23.07.2019
803 VISITAS
Post original em: 25.03.2019
A Editora Culturama iniciou a publicação das histórias em quadrinhos mensais da Disney no Brasil em março de 2019. O projeto inicial da empresa incluiu cinco revistas por mês, todas com histórias inéditas do Pato Donald, Mickey, Tio Patinhas, Pateta, Minnie, Margarida e outros.

O diretor da Culturama, Fabio Hoffmann, afirmou ao site da empresa: “Queremos colocar as histórias em quadrinhos em mercados alternativos, onde nossa editora já atua e também vamos trabalhar com assinantes e mercado de bancas. Assim, todos terão acesso às publicações”.
Os mercados alternativos em que a editora atua são papelarias, lojas de preço único, bazares, supermercados e outros.
Além das publicações mensais, a editora já planeja edições especiais e também edições mais baratas, para atingir todos os públicos. Para Hoffmann, ser responsável pela publicação das histórias em quadrinhos Disney é algo muito importante para a empresa. “Nos sentimos honrados com esta oportunidade, mas sabemos que é um grande desafio. Vamos trabalhar com seriedade e dedicação para fazer com que os quadrinhos conquistem cada vez mais fãs no Brasil. Queremos ouvir o mercado e os leitores para realizar um trabalho que supere as expectativas”, explica Hoffmann.
As primeiras edições saíram em março de 2019. Além do formato gibi, com os personagens clássicos, a Culturama também publicará livros com histórias em quadrinhos infantis de franquias da Disney.

Das Assessorias

DESTAQUES QUE PODEM INTERESSAR...

Neil Gaiman nos ensina como escrever boas histórias
Neil Gaiman nos ensina como escrever boas histórias  
Lucy Show e o sucesso das sitcoms americanas
Lucy Show e o sucesso das sitcoms americanas  
Anatomia humana dissecada em 1904 é uma verdadeira obra de arte
Anatomia humana dissecada em 1904 é uma verdadeira obra de arte