Black lives matter

Quadrinho de 1964 abordando problema racial continua atual: #blacklivesmatter, #blackeducationmatter, #blackyouthmatter

Quadrinho de 1964 abordando problema racial continua atual: #blacklivesmatter, #blackeducationmatter, #blackyouthmatter

06.01.2021
881 VISITAS
Post original em: 17.07.2020
Iniciativas que envolvam toda a sociedade norte-americana na luta contra o racismo ainda precisam ganhar fôlego, pois há décadas que problemas de racismo permeiam a sociedade americana sem solução.
JUVENTUDE E O GUETO, UM PROJETO DE MUDANÇA foi uma iniciativade educadores e políticos que lutavam pelos direitos dos negros nos anos 60 encabeçada pelo psicólogo Kenneth B. Clark. Ele fundou o Harlem Youth Opportunities Limited e publicou um relatório sobre suas pesquisas a respeito da discriminação racial das crianças nas escolas dos Estados Unidos.
O relatório abordando despertou o interesse do juiz Robert Carter que o utilizou como parte das argumentações que iriam culminar com a abolição das leis de Jim Crow diante da Suprema Corte dos Estados Unidos.
As leis de Jim Crow foram leis estaduais e locais que impunham a segregação racial no sul dos Estados Unidos e foram aplicadas até 1965. Todavia leis segregacionistas já existiam antes disso, pois desde 1876 se restringia os direitos e liberdades civis de milhões de afro-americanos sem nenhuma pretensão de igualdade.
“O tribunal viu o assunto claramente… Um sistema racista destrói e prejudica inevitavelmente os seres humanos; os maltrata e desumaniza, tanto os negros quanto os brancos” (Earl Warren, Juiz Presidente na abolição da lei).
Na época, associado as ações de Kenneth Clark foi lançado um gibi - que foi distribuído apenas no Harlem - que é considerado o mais raro dos quadrinhos da História Negra do século XX. A obra é considerada de alta qualidade gráfica e textual por especialistas em hqs do mundo todo.
Segundo o cartunista e pesquisador americano Ethan Persoff: "Este quadrinho tem tudo. É um livro sobre direitos positivos para a comunidade negra, particularmente seus jovens, e apresenta um argumento bastante razoável para financiamento no Harlem de educação, infraestrutura, empregos e direitos básicos de dignidade para seus cidadãos. Também inclui uma narrativa poderosa." Sobre os desenhos ele comenta: "Alguns dos painéis desta jóia são incríveis. Basta olhar para a capa, onde o personagem principal está lutando com as mãos, cada dedo representando uma ameaça séria. É algo histórico incrível".
REFERÊNCIAS:

Grand Comics Database (https://www.comics.org/issue/2120800/)
Por: Paulo Franco Rosa (jornalista, editor e roteirista)



Youth in the ghetto!!

Youth in the ghetto!!
Youth in the ghetto!!

Youth in the ghetto!!

Youth in the ghetto!!

BREVE A CONTINUAÇÃO...
Envie seu e-mail para ser avisado quando a história for atualizada.


REF.: HARLEM YOUTH REPORT. Derby: Custom Comics, Inc, 1964.

DESTAQUES QUE PODEM INTERESSAR...

Projeto divulga hinos e bandeiras da Copa do Mundo da Rússia
Projeto divulga hinos e bandeiras da Copa do Mundo da Rússia   
Bienal de São Paulo 2020, the wind of change
Bienal de São Paulo 2020, the wind of change  
Uma nova maneira de ler histórias em quadrinhos
Uma nova maneira de ler histórias em quadrinhos