Canção New York, New York não é de Frank Sinatra, nem de Liza Minelli

Canção que tornou-se

Canção que tornou-se "hino" da cidade de Nova Iorque chegou a ser rejeitada em Hollywood

18.09.2018
309 VISITAS
New York, New York é um Jazz, que foi tema do filme "New York, New York" do ano de 1977, dirigido por Martin Scorsese. A canção foi composta por John Kander e Fred Ebb. Foi o tema escolhido para a atriz Liza Minnelli, e desde então se tornou sua "marca registrada", estando presente em todos os seus shows. Inclusive a atriz e cantora a cantou durante os Jogos Olímpicos de 1984, acompanhada por 24 pianos.

Em 1979 foi gravada por Frank Sinatra, para o álbum Trilogy: Past Present Future (1980) e assim como aconteceu com Liza, a canção comumente é associada a ele.
Menos conhecidos, os compositores Kander e Ebb se popularizaram por musicais da Broadway e também escreviam canções para filmes, a mais conhecida delas sendo o tema do filme New York, New York. Segundo eles a canção tinha sido originalmente composta para o ator Robert De Niro, mas ele a rejeitou dizendo que era uma canção "muito fraca" daí passaram para Liza.
Sinopse do filme New York, New York
O consagrado diretor Martin Scorsese (Os Bons Companheiros), em parceria com os vencedores do Oscar® Liza Minnelli e Robert De Niro, deu vida a este musical deslumbrante e exuberante que celebra os dias gloriosos da era das grandes orquestras na "Big Apple". Seus inesquecíveis personagens se apaixonam durante o excitante período pós-guerra em Manhattan - o momento e o lugar em que "aquele que vencer aqui, vencerá em qualquer lugar." Jimmy é um saxofonista de fala ágil a caminho do estrelato. Francine é uma tímida aspirante à estrela, que sonha com o dia em que conseguirá o sucesso cantando. Quando se encontram, voam fagulhas e a temperatura sobe. E, quando ele toca, e ela canta, incendeiam Nova York. É o início de um tempestuoso relacionamento, pois os dois lutam para equilibrar suas paixões pela música e de um pelo outro, sob as pressões do show business. Com roteiro de Earl Mac Rauch (Wired) e de Mardick Martin (Touro Indomável), esta é uma homenagem visualmente maravilhosa, sedutora e adorável à cidade que nunca dorme, cujo clímax é a interpretação imperdível de Liza da canção-título New York, New York.


FOTO: Reprodução

DESTAQUES QUE PODEM INTERESSAR...

Vingadores estrearam os mais poderosos da Marvel
Vingadores estrearam os mais poderosos da Marvel  
Em 1967 Sgt.Pepper’s eleva o rock a categoria de arte
Em 1967 Sgt.Pepper’s eleva o rock a categoria de arte  
Autor do bestseller The Kingdoms and the Elves of the Reaches é pouco conhecido no Brasil
Autor do bestseller The Kingdoms and the Elves of the Reaches é pouco conhecido no Brasil